sexta-feira, 22 de dezembro de 2006

quinta-feira, 30 de novembro de 2006

Meus dias de Mulher...


Contando pelos dedos os dias que já vivi...
As histórias que ouvi...
Os sorrisos que dei e as lágrimas que cairam...
Contando bem...
São já muitos esses pequenos pedacinhos de mim...
São tantos ou tão poucos que os guardei...
Dentro de uma caixinha pequenina...
Porque alguns permanecem iguais, outros ainda crescem...
Há dias em que sou a mais brava das almas...
Guerreira... quase selvagem...
Num misto de exotismo e coragem...
Há outros, em que fico quieta no meu canto...
Choro cada pranto...
E sinto-me o ser mais minúsculo...
Frágil,indefesa... sem saber para onde ir...
Nessas alturas lembro... que o tempo é por vezes cruel...
Teima em correr... e coisas que eu pensei viver...
Não vieram...
Não vieram, mas veem um dia...
Só não sei para quando a alegria, de os ver chegar...
Hoje sinto-me assim ...
Frágil e indefesa... como uma pequena presa, pronta a ser atacada...
E no coração que é do tamanho do Mundo...
Não cabe nada... de apertadinho que está...
Os meus dias de Mulher... as minhas coisas... os meus segredos...
Misto de sedução e carinho...
Guardo aqui num cantinho... para te dar ao amanhecer...
São assim ... os meus dias de Mulher!!

Ana Cardoso

terça-feira, 28 de novembro de 2006

Toca-me inteira...

Palavras secretas...
Toques afinados...
Desejos libertos...
Momentos planeados...
Liberta de mim todo esse calor...
Chega assim...
Com pés de cetim...
Mas com muito amor...
Toca-me inteira...
Com a ponta dos dedos...
Desdobra o desejo...
Revela os segredos...
Sentes?
Sinto...
É agora o momento...
Em que eu me entrego no teu pensamento...
Ficamos assim...
Neste ninho de amor...
Até que arrefeça o nosso calor!


Ana Cardoso

sexta-feira, 22 de setembro de 2006

My All


I am thinking of you
in my sleepless solitude tonight
If it's wrong to love you
then my heart just won't let me be right
Cause I've drowned in you and
I won't pull through without you by my side.
.
I'd give my all to have
just one more night with you
I'd risk my life to feel
your body next to mine
Cause I can't go on
living in the memory of our song
I'd give my all for your love tonight
.
Baby can you feel me
imagining I'm looking in your eyes
I can see you clearly, vividly
Emblazoned in my mind
and yet you're just so far,
like a distant star I'm wishing on tonight
.
I'd give my all to have
just one more night with you
I'd risk my life to feel your
body next to mine
Cause I can't go on
living in the memory of our song
I'd give my all for your love tonight
.
I'd give my all to have
just one more night with you
I'd risk my life
to feel your body next to mine
Cause I can't go on
living in the mem'ry of our song
I'd give my all for your love tonight
Oh, I'd give my for your love tonight
I'd give my all for your love tonight

by Mariah Carey

quinta-feira, 21 de setembro de 2006

sábado, 2 de setembro de 2006

Quero para sempre te amar...



Quero de novo poder olhar-te nos olhos, e dizer-te o que sinto...
Quero de novo encontrar-te e contigo partilhar sonhos...
Que me devolvas o brilho no olhar e que me faças sorrir...
Que me dês a mão e me mostres o caminho a seguir...
Que me acompanhes lado a lado, sempre...
Que me toques, me beijes e me abraçes... sempre...
Que estejas sempre no horizonte do meu coração...
Que nunca mais me doa, não te ter aqui...
Que para sempre me sinta protegida em teus braços...
Porque...
Quero para sempre te amar!!

Ana Cardoso

Bebe-me ...


Chega assim... lentamente, aproxima-te e respira em mim.... bebe do meu corpo o nectar que ele te oferece... bebe da minha boca os beijos e dos meus olhos os olhares que te enlouquecem... deixa que o teu melhor vinho corra em mim, e depois bebe-o aqui... bem no centro do meu corpo... servido assim, para ti... prova comigo aquilo que o amor nos pode dar... bebe-me, sorve-me e deslumbra-te com todo este sabor que poderás provar sempre que o teu corpo pedir!!
E enlouquece-me a mim também!!

Ana Cardoso

quarta-feira, 23 de agosto de 2006

the corrs & alejandro sanz-una noche

sexta-feira, 11 de agosto de 2006

Loucura ...



Atiças-me como um fogo... encostas-te e deslizas ...
Surgem fantasias há muito escondidas...
Aqui estou eu, nua para ti ...
Intensamente nua...
Para que na tentaçao caias de me tocar inteirinha ...
Ofereço-te deste mel...
Que te sirvo em meus lábios...
Tua boca ansiosa me suga...
Lambe-me .... tortura ....
Teus sussurros no meu ouvido...
Deixam-me em desatino... denuncio esta entrega ...
Sou tua aqui e agora ...
E quando digo que não te quero mais...
Minto...
Porque quando me entrego a ti...
Sou feliz ...
Porque mais ninguém fez do modo que eu quis !!

Ana Cardoso

Quiero perderme en tu cuerpo ...


O teu beijo ...


"É no teu beijo, que me perco e me encontro... e depois kuando acaba e se torna a começar.... me apercebo porque é ke existe dependência... é porque o teu beijo me faz querer sempre mais e mais ... "
Ana Cardoso

Eterno ...

Eterno ...
O toque da tua pele na minha ...
O cheiro do teu corpo no lençol ...
Os olhares que se cruzaram ...
As mãos que se tocaram ... e fez-se canção ...
Eterno ...
É o toque das duas bocas ...
Saboreando-se como se amanhã não houvesse ...
Sofreguidão de prazer ...
Neste quarto de hotel ...
Onde agora escurece ...
Fui tua ...
Foste meu ...
Eterno ...
Apenas o momento ...
E a lembrança, de que um dia...
Por um momento ...
Foste meu ...
(dedicado a minha amiga Lia)
Ana Cardoso

quinta-feira, 10 de agosto de 2006

Sussurra - me ...



Vem...
Sussurra-me os teus mais profundos desejos...
Aqueles que não és capaz de confessar a ninguém...
Aqueles que coras só de pensares neles...
Vem...
E deixa voar a imaginação...
Percorre o meu corpo com a tua boca...
E deixa-me louca...
Faz de mim leoa selvagem...
Cumpre desejos e beijos...
Agarra-me...
Aperta-me...
Sou tua...
E estou aqui...
Sussurra-me como gostas de mim ...

Ana Cardoso